10/02/2009

Pensar




Penso que penso mas não penso
Meu desejo seria pensar que penso
Mas pensando que penso
Sem pensar
O pensamento não é o que penso
Mas penso que é o meu pensar
Gostava de gostar
Do que gosto
Ás vezes não sei se gostar
O gosto que é o gosto que gosto
Nem sempre é o gosto de amar
Perdido em palavras vãs
Vou divagando por aí
Esperando que aquilo que penso
E todo o amor que sinto
Seja dos outros também
Um pensamento forte e sincero
Um amor puro e são
Por todos
Os que não conseguem pensar
Porque tudo na vida lhes falta
Saúde , carinho , amor
E muitas vezes
O PÃO

António da Costa

Sem comentários: