10/03/2009

Obrigado Senhor


Obrigado Senhor

Obrigado pela vida
Obrigado pelo amor
Por tudo que me tens dado
Ó Senhor obrigado
Deste-me Pais
Deste-me irmãos
Deste-me família
A quem amo e sou amado
Ó Senhor obrigado
Deste-me um corpo para viver
Um coração para amar
E sempre me tens acompanhado
Ó Senhor obrigado
Deste-me a mulher ideal
Para juntos caminhar
Nesta difícil jornada
Sem vacilar lado a lado
Ó Senhor obrigado
Deste-me filhas queridas
Que te seguem com amor
Puro amor e imaculado
Ó Senhor obrigado
Deste-me ouvidos para ouvir
Os lamentos do doente
Do pobre necessitado
Ó Senhor obrigado
Deste-me olhos para ver
Os sofrimentos da terra
Dos genocídios e da guerra
Deste mundo desencantado
Ó Senhor obrigado
Deste-me mãos para ajudar
E eu vou tentando cumprir
Mas são tantos os que precisam
Que um milhão de mãos eu tivesse
E trabalhasse noite e dia
Acabar com o sofrimento
Capaz eu não seria
Mas mesmo sem o trabalho acabado
Por isso tudo Senhor obrigado
Obrigado pelo que sou
Pelo pouco que posso dar
Pelo que posso fazer
Por aquilo que quero crer
Por ser Cristão e Baptizado
Por tudo isto SENHOR
Mais uma vez obrigado


António da Costa