5/22/2010

ENTRADA NO HOSPITAL




Chega sofrendo
Dor física dor de alma
Dor que dói doendo
Que no corpo vai corroendo
As entranhas de seu ser
Dor que não para de doer
Dor de sofrer
E fazer os outros sofrer
Dor de se sentir culpado
Da dor que os outros sentem
Ao ver o sofrimento calado
Que os olhos por vezes mentem
Dor que um dia chegou
Como carta que de longe vem
Que más noticias nos trás
E que esperamos nunca chegue
Não sabemos se seremos capaz
De ultrapassar o que de mal elas tem
Dor que dói a valer
Que ultrapassa a esperança
Presente na lembrança
De que tudo irá passar
E deixará de sofrer
Mas
Quando isso vai ser ?
Quando vai acontecer ?
E vai deixar de doer ?
Ou apenas acabar ?
Doente que chegas sofrendo
Que a esperança não te acabe
Exige que te ajudem
É essa a obrigação
Dos que bons pensam que estão
E minorar tua dor
Terão de o fazer com amor
É essa sua missão
E em moral a obrigação

António da Costa
http://pensandodizendo.blogspot.com/

Sem comentários: