2/28/2010

Palavras


Palavras

Palavras ditas ao acaso
Palavras saídas com força
Palavras atiradas como balas
Que ferem mais que estas
Palavras que são frontais
Mas comparadas com bestas
Magoam muito mais
Mas:
Palavras são também amor
São carinhos que atiramos
Como plantas em flor
Que voam ao acaso
Levadas ao sabor do vento
Enquanto a imaginação
As transporta em voo lento
Dirigidas com carinho
Áqueles de quem gostamos
A esses é fácil amarmos
Mas:
Palavras podem ser desafio
De pelo menos uma vez na vida
As enviarmos com destino
Ao Idoso , ao Pobre
Ao adulto , ao menino
Ao poderoso, ao sem abrigo
E principalmente
Aquele a quem consideramos inimigo

António da Costa

Sem comentários: